sexta-feira, novembro 30, 2007

Um Ano

Um ano a amar-te continuamente,
Este sentimento fugaz e ardente
Que me faz pular de alegria,

Todo o dia,

Ininterruptamente.


Sentimento ardente,
Algo único, diferente

A toda a hora,

Queima, verdadeiramente!


Apodera-se do Tempo e vontade
Do racional reduzido a controlo fatal
De uma imaginária realidade

Utopia que se quer,

De verdade!


Um só sentido é o desfrutamento do vivido,
Dar importância ao melhor e desvalorizar o pior,

É o caminho mais certo,

Para te manter, assim perto!


Viver em tão certa incerteza, há quem não consiga.
Chega a ser uma fraqueza de quem sucumbe à fadiga
Que o amor nos desafia, essa fadiga prazerosa,

Lenta e melosa,

Que aumenta a cada dia!


Para sempre,

Teu.
E Meu.

O nosso grande amor!

1 comentário:

Teresa disse...

Para mim, dos mais Bonitos =)!

É por este tipo de afectos, o Amor, o Carinho, a Amizade e tudo o que é bonitinho, que nos dá a coragem que precisamos para encarar cada dia com aquele brilhozinho nos olhos e aquele Sorrisão rasgado =)

Beijonne Muito Grandonne e Muitinhas Felicidades ^^!
*P.S.: Não sou que te aturo nas aulas de SD e TC, mas sim TU que me aturas com os meus melodramas matinais XD =$